A RegiãoDestaquesPolítica

Vereador acusado de ‘rachadinha’ e assédio em Ilhéus tem mandato cassado

0

Acusado de praticar “rachadinha” e de assédio moral e sexual contra servidoras do gabinete dele, o vereador Luca Lima (PSDB) teve o seu mandato cassado pela Câmara de Vereadores de Ilhéus.

Na sessão desta quarta (25), foram 18 votos a favor, um contra e uma abstenção. Para vaga de Lima, tomará posse como vereador o suplente Nery Santana (PSL).

No dia 30 de junho, o vereador foi alvo da operação Cúria, da Polícia Civil. Mandados de busca e apreensão foram cumpridos em seus imóveis. Segundo a denúncia, as mulheres faziam atividade de empregada doméstica em imóveis do edil, sem relação com o mandato.

Votaram pela cassação: Abraão (PDT), Professor Gurita (PSD), Cesar Porto (PSB), Augustão (PT), Cláudio Magalhães (PCdoB), Ederjúnior (PSL), Edvaldo Gomes (DEM), Enilda Mendonça (PT), Nino Valverde (Podemos), Ivete Maria (DEM), Ivo Evangelista (Republicanos), o presidente da Casa, Jerbson Moraes (PSD), Fabrício Nascimento (PSB), Paulo Carqueja (PSD), Sérgio do Amparo (Podemos), Doutor Tandick (PTB) e Vinícius Alcântara (PV).

Com informações do Bahia Notícias

Compartilhe no WhatsApp

“O golpe de Bolsonaro não é militar. É miliciano”, diz Lula na Bahia

Previous article

Na pandemia, projeto vetado pelo presidente pode despejar mais de 84 mil famílias

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.