A RegiãoDestaques

Uesc entre as melhores da América Latina reforça orgulho da região sul

0

Mais uma vez, a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) é considerada uma das melhores da América Latina, conforme o Times Higher Education Latin America University Rankings (THE), que lista as melhores instituições da região da América Latina e do Caribe. Trata-se de um feito que reforça o orgulho de quem mora no sul da Bahia, ao ver sua universidade sendo destaque internacional.

A Uesc obteve a 87ª posição, uma posição acima no mesmo ranking em relação ao ano de 2020. Na Bahia, ela tem a apenas a UFBA à sua frente. Na região Nordeste, ficou atrás somente das universidades Federal da Bahia (Ufba), Federal de Pernambuco (UFPE), Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e Federal de Sergipe (UFS).

O ranking é baseado em 13 indicadores de desempenho rigorosos, mas os pesos foram redefinidos para refletir as características das universidades da América Latina. As universidades foram avaliadas em todas as suas missões principais: ensino, pesquisa, transferência de conhecimento e perspectiva internacional.

A classificação desse ano inclui 177 instituições em 13 países. O Brasil é o país mais representado, com 67 universidades, seguido pelo Chile (28), Colômbia (24) e México (23).

CELEBRAÇÃO

“É uma alegria coletiva recebermos esse resultado de uma instituição externa que avalia o resultado do trabalho da nossa Universidade em termos de ensino, pesquisa e extensão. Isso nos coloca em um ranking dentre universidades de destaque internacional, com ações mostrando a importância e a relevância dos trabalhos realizados dentro da nossa
instituição. Ressalto, porém, que devemos mensurar os critérios estabelecidos pela instituição avaliadora, visando aperfeiçoarmos ainda mais esse caminho de crescimento”, disse o reitor Alessandro Fernandes.

O professor Maurício Moreau parabenizou a comunidade. “O reconhecimento é mérito do fazer universitário coletivo. A Uesc não parou, se reinventou diante do cenário de pandemia e prosseguiu cuidando das pessoas, valorizando cada vez mais a ciência, servindo a sociedade e cumprindo seu papel nas atividades de ensino, pesquisa, extensão e inovação”, enfatizou.

Para a assessora de Relações Internacionais, professora Ticiana Moura, foi um grande feito. “Considerando o contexto de enormes dificuldades causadas pela pandemia da Covid-19, demonstra a qualidade do corpo docente, discente e do staff administrativo da Uesc. Isso significa que a Universidade continua a cumprir sua missão como centro emissor e disseminador de conhecimento científico e tecnológico”, destacou

Com informações da Uesc

Compartilhe no WhatsApp

Em resposta a CPI, Ministério contraria Bolsonaro e desaconselha cloroquina e “kit Covid”

Previous article

Pesquisa da APLB mostra que 97% dos professores só retornam após vacina

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.