DestaquesGeral

Rui comemora medalhas de baianos e assegura R$ 1,2 milhão para Bolsa Esporte

0

Uma medalha de ouro conquistada pelo Brasil, geralmente tem muitas histórias de superação e apoio público com programas sociais. A Bahia sabe bem disso, pois nossos medalhistas Isaquias Queiroz e Hebert Conceição são provas vivas.

Logo após as conquistas brasileiras em Tóquio, o governador Rui Costa (PT) celebrou e comentou em suas redes sociais. “Se a #Bahia fosse um país, neste momento, teríamos a mesma quantidade de medalhas de ouro que o Brasil. Nossas conquistas, ao longo da história, foram fruto de muita luta e resistência. Somos um povo incansável, guerreiro, “casca grossa”, como disse Isaquías Queiroz”, escreveu.

Em seu twitter, Rui também anunciou um auxílio do governo do estado ao esporte baiano: “A gente merece… E os atletas baianos merecem e precisam de apoio. Por isso, hoje publicamos no Diário Oficial mais um edital do #BolsaEsporte, que vai assegurar R$1,2 milhão para que nossos atletas continuem batalhando por seus sonhos. A gente sabe transformar trabalho em ouro!”

O programa oferece benefício financeiro e técnico para atletas e atletas paralímpicos baianos radicados no estado, desde a iniciação até o alto rendimento. É concedido, mensalmente, por um ano, podendo ser renovável. O valor varia de R$ 380,00 a R$ 2 mil, a depender do perfil do atleta. São 37 modalidades olímpicas e 21 paralímpicas atendidas pelo edital, além de mais 25 classificadas como modalidades reconhecidas e vinculadas.

Criado em 2011, o Bolsa Esporte já investiu nos seis editais um total de R$ 3,8 milhões. Além de Hebert Conceição, foram contemplados os campeões olímpicos de boxe Adriana Araújo e Robson Conceição, além dos tetracampeões paralímpicos do Futebol de 5, Jéferson Gonçalves (Jefinho) e Cássio Lopes. O Edital 03 e seus anexos estarão disponíveis no site da Sudesb (AQUI), na próxima segunda (9).

FAZ ATLETA

Outro programa social vincula ao esporte é o Faz Atleta, que também terá reforço. “Nesta edição, ultrapassamos a casa de um milhão. O anterior, o valor foi de R$ 625 mil. Este aumento de agora irá beneficiar um número maior de atletas e modalidades, reafirmando o compromisso do estado com o incentivo e fomento ao esporte baiano de forma ampla e direta. Esta semana, já foi divulgada a lista das primeiras 57 propostas de um outro programa de incentivo, o FazAtleta, que este ano terá investimento de R$ 4,5 milhões”, disse o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães.

 

Compartilhe no WhatsApp

Assessor de Biden dá recado a Bolsonaro: EUA defendem sistema eleitoral e 5G sem China

Previous article

Brasil fecha Jogos Olímpicos com pratas do vôlei feminino e Bia Ferreira no boxe

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.