A RegiãoDestaques

Na sala de espera, hospital infantil de Ilhéus vive o dilema público X privado

0

O novo Hospital Materno-Infantil de Ilhéus contará com UTI neonatal e pediátrica, além de ser referência para a região sul em cirurgia pediátrica e parto de alto risco. Foi construído com recursos públicos e a Prefeitura realizará licitação para contratar a empresa privada que administrará o equipamento.

No Brasil, vemos o crescimento das chamadas PPPs (Parcerias Público-Privadas), onde a iniciativa privada firma acordo com prefeituras, estados e a União para a administrar serviços públicos. Parece que se tornou o único caminho em um país onde o povo paga caro para governos garantirem hospitais, estradas e segurança, por exemplo.

Se está assim, é necessário, em setores vitais como a saúde, o poder público ter controle para evitar prejuízos à população. É fato que o público se beneficia da parceria com o privado quando os papeis são bem definidos.

Nessa sala, se espera que saúde e vida humana não sejam tratadas como mercadorias. Que não haja conflito entre as necessidades da saúde do povo e os interesses de mercado das empresas, que têm foco no lucro.

Com informações do Políticos do Sul da Bahia

Compartilhe no WhatsApp

Contra a fome, por vacina e auxílio de R$ 600, centrais farão ato em Brasília

Previous article

“Presente de grego”: 450 mil mortos, mas vacinação final só no Natal 2022

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.