DestaquesPolítica

Justiça nega pedido para impedir Jerônimo em atos do governo

0

O partido Republicanos pediu, mas o juiz Vicente Oliva Burato, do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), rejeitou impedir a participação do pré-candidato do PT ao governo, Jerônimo Rodrigues, em atos do governo estadual.

Integrante da coligação que apoia ACM Neto (UB), a legenda argumentou que a máquina estadual estava atuando em favor do petista. Na ação, a legenda pediu que fosse proibido a realização de eventos para “beneficiar” o pré-candidato petista, e a solicitou a retirada das mídias de fotos e vídeos em que o oposicionista aparece em atos governistas.

“Não há dúvida alguma de que os acionados extrapolaram todos os limites legais e constitucionais, ao utilizar-se de toda a estrutura governamental e de diversas ações custeadas com dinheiro público com o único propósito de promover Jerônimo Rodrigues com vistas à sua eleição que se avizinha no ano de 2022”, alegou o partido, na ação judicial.

No entanto, o magistrado entendeu que não houve violação da lei nas práticas de Jerônimo Rodrigues. “Do exame das imagens e vídeo colacionados na peça exordial, não verifico, também num juízo primevo de avaliação da questão controvertida, a realização e divulgação de propaganda eleitoral antecipada”, diz o juiz, ao ressaltar que “os atos cujas práticas são atribuídas aos representados revelam aparente adequação às normas legais”.

O União Brasil também ajuízou ação de mesmo teor, mas ainda não foi julgada.

com informações do Metro1

Compartilhe no WhatsApp

UPB prestigia premiação de prefeitos pelo Sebrae

Previous article

Moro vira réu e Lula defende que ele tenha julgamento “digno e respeitoso”

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.