DestaquesPolítica

“Fora da lei”, Bolsonaro é multado no Maranhão por não usar máscara

0

Um dia após o Maranhão confirmar os primeiros casos da cepa indiana da Covid-19 no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro causou, nesta sexta (21), aglomeração com pouco mais de 100 pessoas e não usou máscara em evento no município de Açailândia.

Em respeito às famílias que perderam parentes para a doença e a dois decretos estaduais, o governo Flávio Dino (PCdoB) autuou o presidente. Ele terá 15 dias para apresentar defesa e a multa varia de R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão.

O governador comentou o fato pelo Twitter. “A equipe de saúde tem trabalhado muito. E hoje resolveu lavrar auto de infração contra o presidente da República, pela promoção no Maranhão de aglomerações sem nenhum cuidado sanitário. A lei é para todos”, postou.

No ato, Bolsonaro protagonizou aglomeração, desrespeitando as regras sanitárias, e não usou máscara ao visitar a sede do Sindicato dos Produtores Rurais. A organização do evento confirmou que o uso obrigatório de máscara era critério para a entrada de convidados.

O presidente segue agindo como “fora da lei”, justamente no momento em que o Brasil vive um momento de agravamento da pandemia. É só vê a falta de insumos, que fez o Butantan e a Fiocruz suspenderem a produção de vacinas; a vacinação lenta no País, por falta de imunizantes, e a aceleração do contágio.

Com informações do Diário do Nordeste

Compartilhe no WhatsApp

Agora é com São Tomé para ver a Havan em Itabuna

Previous article

“Aceita que dói menos”, Anvisa; Bahia e Maranhão apresentam novos documentos da vacina

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.