DestaquesGeralPolítica

Estádios vazios, UTIs lotadas na Copa América de Bolsonaro

0

O governo federal demorou meses para comprar vacinas (e em doses insuficientes), mas foi rápido em aceitar a realização da Copa América no País que caminha para 500 mil mortos por Covid-19. Será a copa dos estádios vazios e UTIs lotadas.

Mesmo negando as medidas de segurança adotadas pelos governadores, o presidente ressaltou que serão seguidos os mesmos protocolos adotados nas competições da CBF.

O mais absurdo é a situação das quatro sedes. Mato Grosso tinha, até essa segunda 95% das vagas de UTI ocupadas. Em Goiás, a taxa de ocupação das UTIs está em 89,77%. Brasília tem um índice de ocupação de 87,2%. O local da final, Rio de Janeiro, é o segundo com mais mortes. A ocupação de UTIs chegou a 94%.

CRÍTICAS PESADAS

Importante lembrar que a Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) anunciou a competição no Brasil, após a desistência da Argentina e da Colômbia. Justamente pelo agravamento da pandemia nesses países.

Essa decisão do presidente está sendo bastante criticada pela oposição, infectologistas e personalidades do esporte. Isso porque o Brasil ocupa o 2° lugar no mundo com mais óbitos por Covid-19. Além da preocupação com a circulação do coronavírus, há o risco de entrar novas variantes nessas cidades e se espalharem pelo Brasil.

Com informações do Vermelho

Compartilhe no WhatsApp

Prefeito “arranca” mais investimentos para Itabuna depois da BA-649

Previous article

Pedindo socorro, bancários de Ilhéus fazem carreata no sábado

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.