DestaquesPolítica

Em reunião com empresários, Lula defende sindicatos fortes

0

Durante reunião com empresários na sede da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), o pré-candidato do PT a presidente, Lula, defendeu o fortalecimento dos sindicatos e outras formas de negociação em futura revisão da reforma trabalhista. A informação é da coluna Painel na Folha.

O petista tem defendido que haja uma negociação entre sindicatos, empresários e o governo para revisar pontos negativos da reforma. Lula pediu que o setor se alinhe à sua candidatura durante a eleição e afirmou que Jair Bolsonaro (PL) é autoritário.

Para o presidente da Fiesp, Josué Gomes, é necessária a reindustrialização do Brasil. Ele sugeriu a redução de custos de financiamento, ampliação de linhas de crédito e fortalecimento de bancos públicos, como o BNDES. Ele mostrou levantamento que mostra que a indústria representa 11% do PIB e arca com 28% da carga tributária.

MAIS PODER DE COMPRA

Dona da Magazine Luiza, Luiza Trajano defendeu que se valorize o poder de compra da população mais pobre por meio de programas de transferência de renda. Ela argumenta que isso ajudaria a aquecer a economia e citou o Bolsa Família durante a gestão de Lula.

Jacyr Costa, do grupo Tereos, disse que o país precisa reduzir sua dependência de insumos e fertilizantes do exterior, e alegou que isso pode ocorrer por meio do estímulo da produção nacional. Além deles, participaram da reunião Luiz Carlos Trabuco Cappi (Bradesco), Carlos Alberto Sicupira (3G Capital) e João Moreira Salles (Itaú Unibanco).

com informações do Diário do Centro do Mundo

Compartilhe no WhatsApp

Mais mistério no orçamento secreto: usuário ‘Assinante’ leva R$ 29 milhões

Previous article

Ilhéus tem serviços de manutenção no Centro e em vários bairros

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.