DestaquesGeral

Com menos R$ 1 bilhão, MEC perde verba para reformar escolas e o Enem

0

A educação brasileira foi duramente atingida com o bloqueio do governo federal de R$ 1 bilhão, que afeta a verba para infraestrutura escolar e reduz o recurso autorizado para a realização do Enem 2022. A informação é da nota técnica do Todos Pela Educação, divulgada nesta quinta (23).

Dos R$ 3,6 bi bloqueados, metade cortou no Ensino Superior, 28% na Educação Básica e Educação Profissional e Administração e Encargos perderam 11% cada. A subfunção Educação Básica sofreu bloqueio de pouco mais de R$ 1 bilhão, sendo que 80% incidiram sobre as despesas discricionárias da área (R$ 817 milhões) e 20% incidiram sobre as emendas de relator (R$ 200 milhões).

“A ação de apoio à infraestrutura da Educação Básica foi a mais proporcionalmente comprometida. Essa ação, gerida pelo FNDE, dá apoio técnico e financeiro para estados e municípios no que diz respeito a construções, ampliações e reformas de escolas, além da aquisição de equipamentos e mobiliário”, diz o texto.

O bloqueio atingiu despesas diversas, sendo as relativas à aquisição de equipamento e mobiliário para as escolas públicas as mais comprometidas. Em seguida, a ação de Exames e Avaliações da Educação Básica teve R$ 163,7 milhões bloqueados (18%), relativos às despesas com o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Ou seja, 23% da dotação disponível em 2022 para realização do Enem está bloqueada.

com informações do iG

Compartilhe no WhatsApp

Governadores acionam STF contra mudanças no ICMS dos combustíveis

Previous article

Para fazer bem a “lição de casa”, Uesc realiza sua autoavaliação

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.