DestaquesPolítica

Caneta “carrega na tinta” e aumenta salário de Bolsonaro e ministros militares

0

Acabar com a mamata na política e os “marajás” do serviço público com uma caneta Bic quase se tornou uma marca do presidente Bolsonaro. Ficou só a caneta que assinou a portaria 4.975, aumentando o seu salário, do vice Hamilton Mourão e de alguns ministros militares. Simplesmente, fura o teto constitucional de R$ 39,2 mil.

Assim, o salário de Bolsonaro passa para R$ 41,6 mil (+ 6%); Mourão ganhará R$ 63,5 mil (+ 62%); Luiz Eduardo Ramos, ministro-chefe da Casa Civil, terá R$ 66,4 mil (+ 69%); Ministro da Defesa, Walter Braga Netto receberá R$ 62 mil (+ 58%); Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional, ganhará R$ 63 mil (+ 60%); Marcos Pontes, tenente-coronel da força aérea e ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, terá R$ 56,4 mil (+ 44%).

Enquanto isso, o salário médio de um servidor do Executivo é de R$ 3,9 mil, segundo dados de 2017 do Atlas do Estado Brasileiro, elaborado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Se for avaliar professores de ensino fundamental e médio, além de profissionais da saúde nos municípios brasileiros, a remuneração média é de R$ 2,9 mil.

Com informações da Rede Brasil Atual

Compartilhe no WhatsApp

Covid insiste em “tirar onda” e governador alerta população

Previous article

Cidadania ambulante: SAC Móvel realizará serviços em Ilhéus

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.