DestaquesGeral

A primeira vez, ninguém esquece. Não é, Atlético de Alagoinhas?

0

O Atlético de Alagoinhas faz história. Conquistou, pela primeira vez, o título de campeão baiano de futebol. A façanha aconteceu neste domingo (23), ao derrotar o Bahia de Feira por 3×2, em plena Arena Cajueiro (Feira de Santana).

Foi mais saboroso por ter sido de virada. Os gols foram de: Iran contra, Marcone Pelé (Bahia de Feira) / Iran, Ronan, Dionísio (Atlético de Alagoinhas).

O Bahia de Feira, que foi campeão em 2011, perdeu novamente uma decisão, como em 2019. Campeão inédito, o Carcará concentra, agora, em sua estreia na Série D do Brasileirão. Será no dia 6 de junho, às 16h, contra o ASA, em Arapiraca (Alagoas).

FICHA TÉCNICA

Bahia de Feira 2×3 Atlético de Alagoinhas
– Local: Arena Cajueiro, em Feira de Santana
– Árbitro: Marielson Alves Silva. Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos e Jucimar dos Santos Dias. VAR: Diego Pombo Lopez
– Cartões amarelos: Wesley, Jarbas, Diones, Marcone Pelé, Pedro Neto (Bahia de Feira) / Miller, Dionísio, Jerry(Atlético de Alagoinhas)
– Cartão vermelho: Gilmar (Atlético de Alagoinhas)

– Bahia de Feira: Jean; Jarbas, Eduardo (Adriano), Wesley e Cazumbá; Victor Salvador (Ricardo), Diones e Bruninho (Hugo Freitas); Pedro Neto (Tico), Thiaguinho e Deon (Marcone Pelé). Técnico: Oliveira Canindé.

– Atlético de Alagoinhas: Fábio Lima; Edson, Iran, Bremer e Radar (Paulinho); Gilmar, Kaefer, Dionísio e Miller (Jerry); Vitinho e Ronan. Técnico: Sérgio Araújo.

Com informações do Bahia Notícias (foto: Metro 1)

Compartilhe no WhatsApp

Plantando um futuro melhor, Prefeitura orienta agricultores de Itabuna

Previous article

Mentira tem perna curta e dá cadeia; generais defendem prisão de Pazuello

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.