A RegiãoDestaques

Vitima de racismo em Ilhéus, enfermeira recebe solidariedade da Prefeitura

0

Depois de sofrer um ato de racismo, dia 17/05, durante a vacinação contra a Covid-19, a enfermeira Thaís Carvalho Silva Santos recebeu a solidariedade da Prefeitura e da Secretaria de Saúde de Ilhéus.

O episódio aconteceu no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do Jardim Savoia, quando ela se dirigiu a um idoso para vaciná-lo e ele se recusou, afirmando que não seria vacinado por uma pessoa negra. “Eu não acreditei nas coisas que ouvi. Ele se recusou a ser vacinado por mim, porque sou negra. Isso tirou o meu chão, eu fiquei em estado de choque”, disse Thaís.

O município repudiou o ato racista praticado contra a funcionária. ““Deixo minha solidariedade à Thaís. Atitudes como essa são inaceitáveis, em um país cuja maioria da população é autodeclarada negra. Infelizmente, ainda nos deparamos com comportamentos mesquinhos, que humilham as pessoas. Mas não vamos parar de lutar por uma sociedade justa e igualitária, combatendo qualquer tipo de violência e crimes de ódio e discriminação”, disse o prefeito Mário Alexandre (PSD).

Alexandre pediu que os órgãos competentes tomem as providências legais. “A administração municipal continuará empenhada para combater a discriminação, a intolerância e o preconceito racial em todas as esferas sociais. Racismo é crime”, afirmou.

Com informações da Prefeitura Municipal

Compartilhe no WhatsApp

Boa notícia para jornalistas baianos: vacinação contra Covid-19

Previous article

Itabuna em alerta: casos de Covid sobem 47% em cinco dias

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.