DestaquesMovimentosPolítica

Sábado tem “bota-fora” no Jardim do Ó, em Itabuna: é o ato anti-Bolsonaro

0

A população de Itabuna está convidada para um grande “bota-fora. Será no próximo sábado (19), com o ato contra o presidente Jair Bolsonaro, a partir das 9h, no Jardim do Ó.

“Itabuna pode dar uma grande contribuição para esse movimento em defesa da vida, pela vacinação ampla e rápida da população, pelo auxílio emergencial de R$ 600,00 e contra o corte de verbas na educação. Essa luta puxada pelas centrais sindicais e as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo precisa do apoio de quem mais sofre com a crise provocada pelo desgoverno Bolsonaro”, enfatiza Jorge Barbosa, presidente do Sindicato dos Bancários e dirigente da CTB Regional Sul.

Lideranças dos movimentos sindical e sociais organizam atos em todo o Brasil, com a expectativa de mobilizarem pessoas em mais de 500 cidades brasileiras. “Mais de 150 municípios já confirmaram seus atos. Há muitas reuniões marcadas nesta semana para definir as atividades. Nossa projeção é que teremos protestos em mais de 500 municípios”, diz João Paulo Rodrigues, da direção nacional do MST e da Frente Brasil Popular.

LUTA COM SEGURANÇA

O presidente nacional da CTB, Adilson Araújo, reiterou a convocação da militância classista e disse que as manifestações são fundamentais para traduzir o real estado de espírito do povo e mudar a correlação de forças políticas no país.

“No próximo sábado o Brasil já terá acumulado mais de meio milhão de mortes por covid-19. Nosso cotidiano virou um velório sem fim e a CPI da covid está demonstrando que o presidente tem culpa no cartório. O povo brasileiro está sendo submetido a um genocídio e é preciso dar um basta”, diz o sindicalista, dizendo que as organizações devem zelar pelos protocolos sanitários, com uso de máscara, álcool gel e respeitando o distanciamento social.

Com informações da CTB / (FOTO: Gustavo Minas/Getty Images)

Compartilhe no WhatsApp

Deu “cana” federal para ex-prefeitos de Eunápolis e Porto Seguro

Previous article

O cinismo de indicar cloroquina aos outros e celebrar a própria vacinação

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.