A RegiãoDestaquesGeral

Remando a favor da maré, Isaquias é prata e canoístas do Sul fazem bonito

0

Atualizado às 15h. Falou em canoagem, pensou Isaquias Queiroz, o super medalhista olímpico e mundial. O bom é que a Bahia tem produzido mais atletas de ponta nesse esporte. Na madrugada deste sábado (15), o brasileiro ganhou a medalha de prata na categoria C1 1000m, na etapa de Szeged (Hungria) da Copa do Mundo da modalidade. A vitória ficou com o alemão Conrad-Robin Scheibner, que liderou desde o início da prova.

Natural de Ubaitaba, Isaquias Queiroz disputou as semifinais da classe C1 1000m em duplas ao lado de Jacky Godmann, nascido em Itacaré. Os dois se classificaram para as finais de domingo (16). Goldman também disputou as semifinais na classe C2 masculina 500m, ao lado de Felipe Santana Vieira, de Ubaitaba.

Isaquias formou nova dupla para o Mundial em função do seu parceiro Erlon de Souza, de Ubatã, está se recuperando de lesão. Souza disputará apenas a prova C1 Masculino, nos 1000m e 500m.

Quem quiser assistir, a competição é transmitida pelo canal da Federação Interanacional de Canoagem (Canoe ICF). A delegação brasileira conta com 10 atletas, quatro na canoagem (Isaquias Queiroz, Erlon de Souza, Jacky Godmann e Filipe Vinicius Vieira) e seis na paracanoagem (Adriana Gomes de Azevedo, Debora Raiza Ribeiro Benevides, Fernando Rufino, Giovane Vieira de Paula, Luís Carlos Cardoso da Silva e Mari Christina Santili).

Importante ressaltar o empenho do governo baiano, que implantou um centro de canoagem em Ubaitaba, tem a Sudesb (vinculada a Setre) fortalecendo esporte e desenvolve programas como o Faz Atleta e Bolsa Esporte.

Com informações do Pimenta Blog

Compartilhe no WhatsApp

Supermercado é alvo de ação milionária por racismo estrutural

Previous article

Golias vence Davi com ataques de Israel aos palestinos

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.