DestaquesPolítica

Não pediu para sair, foi expulso e saiu atirando o Rodrigo Maia

0

Na política, quando se toma uma decisão é melhor encaminhar. Afinal, nesse jogo, todo mundo joga. Parece que o deputado federal e ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ficou focado na “troca de farpas” com o presidente nacional do DEM, ACM Neto, e se deu mal. Ele ia pedir desfiliação da legenda, mas acabou sendo expulso.

E saiu atirando ao discordar da decisão do Democratas, nesta segunda (14), quando a Executiva Nacional do partido, de forma unânime, o excluíu dos quadros da legenda. Isso após meses de brigas e trocas de acusações com Neto.

Em sua conta no Twitter, Maia lamentou “o caminho imposto pelo ex-prefeito de Salvador. “O presidente Torquemada [inquisidor do século 14] Neto, usando o seu poder para tentar calar as merecidas críticas à sua gestão, tomou essa decisão”, disparou.

“Não só por isso, mas também pela sua deslealdade e falta de caráter, pedi a minha desfiliação. O partido diminuiu. Virou moeda de troca junto ao governo Bolsonaro. Agora é virar a página e juntar forças para um projeto de desenvolvimento do Brasil e em prol dos brasileiros”, bradou.

Maia perdeu a legenda, mas não o mandato, e continuará como deputado federal. Ele e Neto romperam depois de uma amizade de muito tempo. Foi quando o ex-prefeito de Salvador liberou a bancada do DEM para votar livre na eleição para a presidência da Câmara dos Deputados, o que favoreceu Arthur Lira (PP-AL), candidato do presidente Jair Bolsonaro.

Com informações do Bahia Notícias

Compartilhe no WhatsApp

Sinal vermelho para Itabuna com 100% de leitos de UTI ocupados

Previous article

Saúde reforçada em Ilhéus com dois postos reformados

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.