DestaquesGeral

“Meninas de Ouro” do Brasil vencem e jogam bonito contra o assédio

0

Além de ter vencido o amistoso contra a Rússia por 3 a 0, antes das Olimpíadas de Tóquio, a seleção brasileira feminina também jogou bonito politicamente e protestou contra o assédio. Foi uma referência ao episódio envolvendo o presidente afastado da CBF, Rogério Caboclo.

O jogo foi nesta sexta (11), em Cartagena, na Espanha. O Brasil marcou com Bruna Benites (2) e Andressa Alves. O time superou a forte postura defensiva das russas, que só deram dois chutes nos 90 minutos. Antes, as jogadoras entraram em campo com uma placa dizendo “assédio não”.

“Foi uma decisão em conjunto. A gente tem uma comissão que é muito alinhada com as atletas. Então a gente resolveu mostrar a nossa opinião nesse sentido. Somos obviamente contra qualquer tipo de assédio. Sem fazer pré-julgamentos, os fatos estão aí para serem apurados, mas a gente necessitava mostrar nossa posição”, disse Marta à TV Globo.

As jogadoras já tinham postado, nas redes sociais, uma mensagem de protesto: “Dizer não ao abuso são mais do que palavras, são atitudes. Encorajamos que mulheres e homens denunciem! Nossa luta pelo respeito e igualdade vai além dos gramados. Hoje mais uma vez dizemos: não ao assédio”.

Também participaram a coordenadora de competições femininas da CBF, Aline Pellegrino, e a coordenadora de seleções femininas, Duda Luizelli. Na próxima segunda (14), o Brasil encara o Canadá.

Com informações do GE e Bahia Notícias

Compartilhe no WhatsApp

Turbulência civil em voo com presidente; vídeo mostra passageiros gritando “genocida”

Previous article

Ilhéus convoca população para vacina contra a gripe

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.