A RegiãoDestaques

Justiça seja feita: comunidades em Itabuna terão assistência jurídica

0

Uma importante iniciativa para ajudar quem mais precisa. A parceria entre Fundação Marimbeta (Sítios de Integração da Criança e do Adolescente) e o curso de Direito da Unime vai proporcionar assistência jurídica às famílias atendidas pela Fundação. O projeto “NPJ na Comunidade” começou nesta quinta (20) e prossegue dias 27 de maio e 3 e 10 de junho.

No dia 27, a assistência será prestada ao Sítio III, no São Pedro. “Os dirigentes do curso fizeram a proposta e nós aceitamos, já que vai contemplar os quatro Sítios de Integração e beneficiar as famílias dessas comunidades”, disse o presidente da Fundação Marimbeta, professor Valter Silva.

“Certamente, muitas questões podem ser solucionadas com esse primeiro atendimento, nas áreas de Cível (pensão alimentícia, guarda, tutela, adoção e retificação de registro civil) e Criminal”, diz Valter Silva, que comemora a atividade extracurricular do Núcleo de Praticas Jurídicas da Unime.

O atendimento será realizado por 10 alunos e dois professores na supervisão. Como medida de prevenção, os participantes terão a temperatura verificada, farão uso de máscara facial e álcool gel 70%, além de manterem distanciamento social.

Com informações da Prefeitura Municipal

Compartilhe no WhatsApp

É bom avisar a Anvisa: Sputnik V produzida no Brasil será exportada para a América Latina

Previous article

Parando para acertar, prefeito sanciona lei que cria áreas de Zona Azul em Itabuna

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.