DestaquesGeral

Infectologista explica porque, mesmo vacinado, Tarcísio Meira morreu

0

A morte do ator Tarcísio Meira comoveu o Brasil nesta quinta (12). Aos 85 anos, ele e mulher Glória Menezes estavam isolados em um sítio, no interior de São Paulo, e já tinham tomado as doses da vacina CoronaVac contra a Covid-19. Várias postagens nas redes sociais usaram a morte do artista para questionar a eficácia dos imunizantes contra a doença.

Em entrevista à Revista Fórum, o infectologista Marcos Caseiro explicou porque o ator morreu. “Não há vacina no planeta que projeta as pessoas 100%. Qualquer vacina, até as melhores, tem uma proteção que chega a 95%, entre elas a da febre amarela, a da Pfizer, por exemplo”, alertou.

Segundo o médico, “é sabido que as pessoas, conforme tenham mais idade essa proteção diminuiu, por conta do que a gente chama de imunossenescência. Isso quer dizer que há uma resposta imunológica menor em indivíduos mais idosos, por conta dessa imunodeficiência associada ao avanço da idade”.

O infectologista fez um alerta: “É uma visão errada as pessoas imaginarem que por tomarem a vacina, ficam invulneráveis, que não vão pegar mais nada. Isso não é a realidade. A gente tem que tomar a vacina e continuar usando máscara, afastamento e todos os outros cuidados”.

SEGURANÇA É COLETIVA

De acordo com Caseiro, a vacina tem lógica dentro de um projeto coletivo. “Quando você chega num limiar de vacinação, você impede a circulação do vírus e então, indiretamente, você está protegendo as pessoas que, ou não foram vacinadas, ou que tiveram uma pega vacinal menor por conta da idade”, disse o médico.

Ele afirmou ainda que a gente só vai conseguir proteção geral quando se conseguir chegar a uma imunidade coletiva. “Quando cerca de 70% a 80% das pessoas estiverem completamente imunizadas em duas doses. Enquanto isso vamos continuar tendo transmissão viral e mais. A vacina traz uma proteção coletiva, ainda que ela traga uma proteção individual, algumas pessoas não as terão”, ponderou.

Com informações da Revista Forum

Compartilhe no WhatsApp

Fechando as cortinas, Teatro Candinha Dória realiza manutenção

Previous article

Briga santa: pomba e Jesus não são exclusivos da Igreja Universal, decide Justiça

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.