DestaquesEconomia

Indústria de Bebidas investirá R$ 20 milhões em fábrica na Bahia

0

A Indústria de Bebidas Dore vai investir R$ 20 milhões para implantar uma unidade de fabricação de refrigerantes, sucos, chás e energéticos, no município de Alagoinhas. A previsão é que sejam gerados 500 empregos entre diretos e indiretos. O anúncio foi feito nesta quarta (04), durante a assinatura de protocolo de intenções.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico (SDE), José Nunes, a Bahia tem feito um trabalho muito forte na atração de negócios. “A SDE trabalha para prospectar novos empreendimentos e investimentos para os municípios baianos. O impacto é positivo e resulta na geração de novos empregos, além do incremento socioeconômico e produtivo no Estado. Em breve, o município de Alagoinhas, que é um importante polo de bebidas da Bahia, vai ganhar uma nova fábrica do segmento”, destacou.

Com 110 anos e origem no estado do Rio Grande do Norte, a Dore atua no mercado nordestino com marcas próprias e licenciadas, como Tampico, Grapette e Mormaii Energetic. A unidade industrial baiana terá capacidade de produção de 250 mil pacotes unitário-mensais.

“A Bahia é o estado que mais se desenvolve comercialmente dentro dos seis estados que a gente explora e temos crescido nossa participação por aqui. A Bahia é geograficamente importante para o Nordeste e Alagoinhas é o maior polo de bebidas do Brasil. O estado tem um mercado forte e como plano de expansão da nossa empresa, a Bahia e Alagoinhas não podiam ficar de fora”, diz o sócio-diretor do grupo Sidore, Antônio Cabral.

POLO DE BEBIDAS

Alagoinhas é um importante polo de bebidas do Estado, atraindo investimento nesse setor, que já investiu aproximadamente R$ 2,5 bilhões no município. Atualmente, as seis unidades produtivas instaladas no município geram 6,9 mil empregos entre diretos e terceirizados.

Na cidade já estão implantadas duas importantes cervejarias: a Itaipava, do Grupo Petrópolis e a HNK, do grupo Heineken, sendo a planta baiana a maior do Brasil e a quinta maior do mundo. Além das cervejarias, Alagoinhas abriga a Indústria de Bebidas São Miguel, do refrigerante Goob; a Ardagh Metal Packing Brasil, que fabrica latas de alumínio; a PKG do Brasil, que produz rolhas metálicas e plásticas; e a CE Central de Embalagens, que desenvolve embalagens plásticas injetadas.

com informações do Bahia Econômica

Compartilhe no WhatsApp

Prefeito Mário Alexandre visita obras na Zona Norte de Ilhéus

Previous article

FICC elege premiação para artistas do “itapedro” em Itabuna

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.