DestaquesPolítica

Destempero ao chamar ministro do STF de imbecil revela desespero do presidente

0

Parece que, a cada nova pesquisa que revela o derretimento de sua imagem, o presidente Bolsonaro se mostra raivoso e põe em xeque as eleições de 2022. Dessa vez ele atacou, nessa sexta (9), o ministro do STF e presidente do STE (Supremo Tribunal Eleitoral) Luís Roberto Barroso.

Ele criticou a posição do magistrado contra o voto impresso, que afirmou ser um dos principais problemas desse modelo o de ferir o sigilo do voto. “Resposta de um imbecil, lamento falar isso de uma autoridade do STF, só um idiota para fazer isso”, disse Bolsonaro, que ainda afirmou ser uma “vergonha” Barroso estar no STF.

O presidente voltou a ameaçar a realização das eleições em conversa com apoiadores na no Palácio da Alvorada. Aliás, esse espaço virou folclore na política brasileira (só o presidente aparece e ninguém vê as pessoas) e desqualifica um presidente da República por não realiza coletivas de imprensa para falar dos projetos e problemas do país.

Bolsonaro defende o voto impresso sem provas ou indícios de que o atual sistema eletrônico é passível de fraudes e que é preciso substituir. E faz uma narrativa absurda de que que poderia haver fraude nas atuais urnas para derrotá-lo no ano que vem.

RESUMO DA ÓPERA: Bolsonaro mostra desespero com as pesquisas eleitorais. Ele está há mais de 30 anos na vida pública e foi eleito várias vezes nas urnas eletrônicas, implantadas em 1996. E jamais questionou. Nunca houve comprovação de fraudes nas eleições, constatada por auditorias do TSE, investigações do MPE (Ministério Público Eleitoral) e estudos independentes. As urnas são auditáveis durante a votação e todo o processo é acompanhado por representantes dos partidos.

Com informações do UOL e G1

Compartilhe no WhatsApp

Estradas da Pedra da Maloca e do Rio Tijuípe são recuperadas em Itacaré

Previous article

Estudantes recebem dinheiro do Bolsa Presença neste sábado (10)

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.