DestaquesPolítica

Antecipando “esquenta” de 2022, Wagner e Roma trocam farpas

0

Em plena campanha, os pré-candidatos ao governo da Bahia já dão uma prévia do clima eleitoral de 2022. Desta vez, a troca de farpas foi entre o senador Jaques Wagner (PT) e o ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos).

O petista declarou à revista “Veja” que o cenário nacional pode influenciar a disputa local, criando algo inédito. “Se a polarização ficar tão intensa que acabe comandando as eleições estaduais, podemos acabar tendo um fenômeno que na fotografia de hoje não existe, que é a polarização se dar entre nossa chapa e a do presidente”, avaliou.

Ao mesmo tempo que descartou outros candidatos, sinalizou que Roma pode ir para o segundo turno. Em seguida, o petista fez piada dizendo que o bolsonarista “não sabe fazer conta” ao comentar a afirmação de que nunca ninguém fez tanto pela Bahia quanto o presidente Jair Bolsonaro.

Em resposta, nesta sexta(27), João Roma devolveu a alfinetada de Wagner. “Ontem mesmo o ex-governador Jaques Wagner, ao ser confrontado com uma afirmação minha que Bolsonaro era quem mais estava fazendo pela Bahia, ele disse que eu não sabia fazer conta. E eu tô preparado para passar essa conta a limpo, porque só no auxílio emergencial, no ano passado, a Bahia recebeu mais de R$ 25 bilhões”, rebateu. “O presidente Bolsonaro tem tratado com muito carinho respeito, dignidade e tá investindo na Bahia como ninguém”.

Com informações do Bahia Econômica

Compartilhe no WhatsApp

Professores voltam às aulas presenciais dia 1º, diz APLB após reunião

Previous article

Exame negativo: menos inscritos, negros, pardos e indígenas no Enem

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.