DestaquesEconomia

Indústria baiana gera 36 mil novos empregos

0

Entre janeiro a setembro de 2021, a indústria baiana gerou mais de 36 mil novos empregos. No mês de setembro foram 3,8 mil empregos gerados, puxados pelos setores de couro e calçados; metal, exceto máquinas e equipamentos; e minerais não-metálicos. Também houve o aumento de 24,11% do valor exportado no período de janeiro a outubro deste ano. As informações estão no Informe Executivo de Indústria, divulgado nessa quinta (25) pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE).

“Seguimos felizes em divulgar resultados positivos da nossa Bahia. O nosso polo industrial é muito promissor e estamos sempre prospectando e atraindo novos empreendimentos com novas oportunidades para o povo baiano. Temos três importantes setores se destacando em setembro deste ano, que foram couro e calçados, com mais de 1.300 empregos gerados, seguido por metal, com 350, e minerais não metálicos, com 245 postos de trabalho”, afirma o secretário de Desenvolvimento Econômico, Nelson Leal

O valor, em Dólar FOB, das exportações de produtos industrializados baianos subiu 24,11%, de janeiro a outubro de 2021, na comparação com mesmo período do ano anterior. Já os nos valores exportados com destaques positivos foram: minerais, com aumento de 157% no valor exportado, de US$ 212 milhões em 2020 para US$ 545 milhões em 2021; calçados, com o aumento de 122% do valor exportado, passando para US$ 48 milhões em 2021 ante US$ 22 milhões em 2020; e carne, na elevação de 109% no valor exportado, de US$ 17 milhões em 2020 para US$ 35 milhões em 2021.

O segmento de calçados, couro e componentes está disperso por boa parte do interior do estado baiano, em cerca de 18 territórios de identidade. A maior quantidade de empregos está concentrada nos territórios do Médio Sudoeste da Bahia, Portal do Sertão e Recôncavo.

O Estado vem incentivando o segmento, atraindo importantes empresas âncoras, como Banor, Grendene S/A, Dass NE, Durlicouros, Paquetá Ramarim, Free Way, R Dois, dentre outras. A mais nova fábrica do setor é a Durlicouros Ind. E Com. De Couros, que começou a operar em 2021, no município de Santa Terezinha, gerando 120 empregos diretos na região do Recôncavo Baiano, com aporte de R$ 25 milhões em investimentos. São 71 empresas implantadas, o que resulta num montante de R$ 436 milhões de investimentos, gerando 35.816 mil empregos até setembro de 2021.

Fonte: SDE

Compartilhe no WhatsApp

Anvisa recomenda exigir vacinação contra Covid para entrar no Brasil

Previous article

Prefeitura de Ilhéus promove melhorias em estradas vicinais

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.