DestaquesEconomiaMovimentos

Gás de cozinha a R$ 50,00 em ação solidária do Sindicato dos Petroleiros

0

Não é liquidação, mas uma atitude política e solidária do Sindicato dos Petroleiros. Neste sábado (31), a entidade vende gás de cozinha a R$ 50,00, como preço justo. São 125 botijões vendidos para os moradores de baixa renda no bairro de Pituaçu, em Salvador.

Segundo o Sindipetro, é um ato para chamar atenção para a política dos reajustes elevados anunciadas pela Petrobras neste ano. “O sindicato já faz algum tempo essas ações de preço justo principalmente do gás de cozinha e gasolina. Isso foi à forma que encontramos de provocar o debate na sociedade e nos meios de comunicação sobre os preços dos derivados que aumentaram muito nesse período de pandemia, provocando uma reação negativa em conjunto especificamente aqueles que mais precisam; pois é inadmissível um botijão custar cerca de R$100,00”, afirma o diretor de Comunicação Radiovaldo Costa.

A categoria critica a política de preços praticada pela Petrobras, que atrela os preços dos combustíveis no Brasil ao valor do barril de petróleo no mercado internacional, o que produz aumentos constantes dos preços dos derivados de petróleo.

“O barril do petróleo está em alta no mercado internacional e essa trajetória de alta empurra os preço dos derivados para cima, além do fruto da desvalorização cambial do real que está cada vez mais decaindo que também contribui com os aumentos. O valor atual dos derivados hoje, só faz beneficiar os especuladores e investidores da Petrobras; além dos importadores que acabam importando os produtos no preço que é praticado no Brasil”, diz Costa.

Ss ações devem ser realizadas em outros bairros da capital e o interior da Bahia. “Nossa pretensão é realizar de duas a três ações por mês em bairros mais carentes e populares; como também alcançar municípios do interior contactando a necessidade das comunidades, dessa maneira podemos mostrar que os R$ 50,00 é o preço que deveria está sendo comercializado o gás de cozinha no Brasil”, enfatiza.

Com informações do Tribuna da Bahia

Compartilhe no WhatsApp

Não é mimimi o crescimento das vendas de antidepressivos; é sofrimento mental

Previous article

Entidades da indústria condenam “facada” no Sistema S pelo governo

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.