DestaquesPolítica

Ameaça de estupro à filha não intimida ex-deputada Manuela d’Ávila

0

No momento difícil, polarizado e com a cultura do ódio disseminada no Brasil, a luta política é para quem é forte, mesmo. Como a ex-deputada federal Manuela d’Ávila (PCdoB-RS), que é jornalista e foi candidata a vice-presidenta da República.

Em suas redes sociais, Manuela denunciou ameaças à ela e sua filha Laura, de 5 anos. No texto, a ex-deputada lembra que um pai da escola de Laura tirou uma foto da menina e entregou para os grupos que distribuem ódio nas redes. Desde então, a imagem é usada para agredir a família.

Segundo a jornalista, “quando Laura ainda era um bebê de colo, foi agredida fisicamente em função de uma mentira distribuída amplamente na internet. De lá pra cá, muitas coisas aconteceram.” Diz, ainda, que “chegaram as ameaças de estupro para ela [Laura] (que tem cinco anos!!!) e nova ameaça de morte para mim.”

De acordo com a ex-deputada, a polícia já acompanha o caso, mas que isso “não diminui o medo, a tristeza, a culpa por ver as pessoas que mais amo submetidas a essa gente inescrupulosa.”

FORÇA DE MULHER

Ao ser indagada em um debate se não sentia vontade de desistir, disse: “Sim, eu sinto. Todos os dias. Ao contrário do que muitos pensam, a violência política está cada vez mais intensa. O último mês foi muito agressivo e me impactou muitíssimo.”

Mas, forjada nas lutas populares desde a juventude, Manuela d’Ávila mostra uma força própria da mulher brasileira: “São anos vivendo assim. A gente mal toma ar de uma agressão e vem a próxima. Mas quando a gente respira, a gente lembra que tem um mundo pra mudar. Que tem um genocida no governo. Que tem mãe enterrando filho e filho enterrando mãe. Que tem criança trabalhando. Se todos os dias tenho vontade de desistir, todos os dias me lembro das imensas razões que temos para continuar.”

Com informação do Diário do Centro do Mundo

Compartilhe no WhatsApp

Leão se prepara para “dar o bote” no Inter pela Copa do Brasil

Previous article

Falando com as panelas, presidente Bolsonaro reforça sua fraqueza

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.